Institucional

 

     Meu nome é Fernando Gomes Bezerra, e sou conhecido popularmente por Fernandinho, o filho único de Nilson e Marisa. Nascido em Cuiabá-MT no dia 29 de janeiro de 1999 com uma malformação congênita denominada Espinha Bífida associada a mielomeningocele tóraco-lombar. Fui operado com menos de 24 horas de vida para correção da deformidade na coluna vertebral e da hidrocefalia que fui acometido ainda no ventre materno. Sou cadeirante e em meus 20 anos de idade já passei por 25 procedimentos cirúrgicos. Faço acompanhamento com diversos profissionais de saúde e semanalmente compareço ao Centro de Reabilitação Dom Aquino Corrêa (CRIDAC) para minha reabilitação física e mental.

     Apesar disso, tenho uma vida bastante dinâmica. Atualmente curso o 10º Semestre do curso de Bacharelado em Direito pela Universidade de Cuiabá (UNIC) e fui, com muito orgulho, Estagiário do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso (TJ-MT), onde fui aprovado em 1º lugar no concurso para pessoas com deficiência, atuando desde meu ingresso na Secretaria da 1ª Câmara de Direito Público e atualmente sou servidor do TJ-MT, atuando na Central de Processamento Eletrônico. Sou atleta amador, com gosto especial pelas corridas de rua, basquete em cadeira de rodas e tênis adaptado, onde conquistei a Medalha de Bronze nas Paralimpíadas Escolares 2016, quando ainda cursava o 3º Ano do Ensino Médio no Colégio Salesiano São Gonçalo, onde estudei desde o maternal, quando ainda tinha 4 anos de idade.

     Em 2016 tive a honra de conduzir a Tocha Olímpica das Olimpíadas Rio 2016, tendo sido prestigiado por quase 200 amigos que compareceram ao local (coincidentemente em frente ao local de trabalho do pai) com muita alegria e vibração. A empolgação foi tamanha que meu amado pai me agraciou com a oportunidade de ter vivenciado por 10 dias as Paralimpíadas Rio 2016 junto com minha companheira inseparável, a minha mãe.

     Os esportes que pratico geram muitos gastos para minha família, principalmente porque meus pais muitas vezes custeiam os treinamentos e as competições de alguns de meus colegas cadeirantes e, como mecanismo de custear parte dessas despesas meu pai teve a ideia de constituir o Instituto Fernandinho, criado com base no art. 53 do Código Civil Brasileiro, e é uma sociedade civil para fins não econômicos e sem fins lucrativos, com sede em Cuiabá/MT, que atua, entre outras atividades, em capacitação na área administrativa, com destaque especial para a área de licitações públicas e contratos administrativos, além de atuar na área de tecnologia e engenharia de alimentos.

​​​     Como não poderia deixar de ser, eu sou o Presidente do Instituto Fernandinho, minha mãe cuida das finanças e meu pai da documentação e ambos ministram cursos e prestam consultoria/assessoria para angariar fundos para financiar minhas atividades acadêmicas, esportivas e de saúde, além de apoiar alguns de meus colegas com deficiência, especialmente os cadeirantes como eu.

Fotos

 

     Conheça um pouco mais sobre mim e sobre a minha vida nas fotos a seguir:

gallery/01
gallery/02
gallery/03
gallery/11
gallery/17
gallery/18
gallery/31
gallery/32
gallery/35
gallery/40
gallery/41
gallery/43
gallery/49
gallery/53
gallery/54
gallery/64
gallery/68
gallery/72
gallery/73
gallery/78
gallery/79
gallery/80
gallery/81
gallery/82
gallery/84
gallery/89
gallery/90
gallery/91
gallery/92
gallery/93
gallery/98
gallery/109
gallery/127
gallery/128
gallery/129
gallery/135
gallery/152
gallery/154
gallery/161
gallery/199
gallery/206
gallery/207
gallery/96
gallery/121